Você está aqui
Home > Notícias > CORECONPR lança prêmios para economistas e jornalistas econômicos na Unioeste Toledo

CORECONPR lança prêmios para economistas e jornalistas econômicos na Unioeste Toledo

premio1Com uma palestra do economista Lucas Dezordi, coordenador do curso de economia da Universidade Positivo, sobre “A Política Monetária na Economia Brasileira: Limites e Desafios”, o CORECONPR lançou no dia 24 de abril na Unioeste, em Toledo, o 24º Prêmio Paraná de Economia e o 6º Prêmio Economista Paranaense do Ano. Os prêmios têm como objetivo a valorização dos trabalhos de monografia de conclusão de curso e também a atuação de economistas e jornalistas econômicos.

A vice-presidente do CORECONPR, a economista Maria de Fátima Miranda destacou a importância do Prêmio Paraná de Economia, o mais tradicional realizado no Estado. Segundo ela, a finalidade dele é de incentivar a produção científica e a reflexão de alto nível de temas ligados à realidade da economia paranaense e à economia pura e aplicada. Também, aproveitou para convidar os professores para incentivar os alunos a inscreverem as suas monografias e dirigiu o convite, ainda, aos alunos presentes. Ao todo, o CORECONPR oferece R$ 9 mil em premiação. As inscrições para este prêmio podem ser feitas até às 18 horas do dia 23 de maio de 2014.

Maria de Fátima ainda falou sobre o Prêmio Economista Paranaense do Ano, que está em sua sexta edição. O objetivo deste prêmio é de valorizar os Economistas que se destacam no setor acadêmico e de mercado, bem como jornalistas e cronistas econômicos do Estado do Paraná que desenvolvem importante trabalho de análise, interpretação e divulgação dos fatos econômicos. Nele, três categorias são premiadas: “Economista Acadêmico do Ano”, “Jornalista Econômico” e “Economista Paranaense do Ano”. As indicações dos nomes para concorrerem ao prêmio, de economistas de destaque, professores de economia e jornalistas ou comentaristas econômicos podem ser feitas pelas universidades, economistas, órgãos governamentais, empresas e veículos de comunicação até o dia 13 de junho, pelo e-mail: [email protected]

O economista Lucas Dezordi, que também é conselheiro do CORECONPR, fez uma análise sobre “A Política Monetária na Economia Brasileira: Limites e Desafios”, esclarecendo aos estudantes a situação econômica que o Brasil está enfrentando. Segundo ele, o mercado travou em janeiro de 2013 e passou a se ajustar sozinho.  Alertou que a expectativa de inflação só vem aumentando nos últimos meses.

Para ele, o desafio do Banco Central é de controlar a expectativa de inflação. E para isso, acaba segurando o preço dos produtos monitorados. E isso é ruim, pois o governo cria um grande problema com os preços administrados.

Uma das alternativas para melhorar a economia é o governo aumentar o superávit primário para dar mais confiança ao mercado.

Dezordi ainda observa que não consegue visualizar a redução da taxa de juros. E isso pode afetar o ritmo de crescimento da economia, e com isso a geração de emprego formal pode reduzir. E para finalizar, diz projetar um crescimento mais moderado para 2014 e 2015.

Informações sobre inscrições, acesse o site do CORECONPR: www.coreconpr.org.br

premio2

Top