Você está aqui
Home > Notícias > Delegados elegem conselheiros federais para o triênio 2016-2018

Delegados elegem conselheiros federais para o triênio 2016-2018

Foram escolhidos durante Assembleia dos Delegados Eleitorais realizada na terça-feira, 1º de dezembro, em Brasília, o seis conselheiros federais efetivos e suplentes para mandato no triênio 2016-2018. De acordo com o COFECON, ao todo, 24 delegados representaram os Conselhos Regionais de Economia com quantitativo de votos proporcional ao número de economistas em condições de votos de cada estado.

Confira os nomes dos economistas eleitos:

Efetivos

Bianca Lopes de Andrade Rodrigues (RO) – 327 votos

Felipe Macedo de Holanda (MA) – 327 votos

Nei Jorge Correia Cardim (BA) – 325 votos

Denise Kassama Franco do Amaral (AM) – 187 votos

Pedro Andrade de Oliveira (PI) – 177 votos

Henri Wolf Bejzman (RS) – 176 votos

Suplentes

Eduardo Rodrigues da Silva (GO) – 327 votos

Fernando de Aquino Fonseca Neto (PE) – 311 votos

Sebastião Demuner (ES) – 299 votos

Paulo Polli Lobo (SC) – 277 votos

Arthur Nemrod Menezes Guimarães (BA) – 202 votos

Henrique Jorge Marinho (CE) – 188 votos

Outros participantes

Entre os economistas que participaram da votação para conselheiro federal, mas não foram eleitos estão Geraldo Pinto Rodrigues da Fonseca (RS), com 153 votos; Teresinha de Jesus Ferreira da Silva (PI), 148 votos; Erivaldo Lopes do Vale (AM), 142 votos; e Liduíno Cunha (RO), 0 votos. Entre os conselheiros suplentes, não se elegeram Marcos Antônio Moreira Calheiros (AL), 183 votos; Allisson David de Oliveira Martins (CE), 152 votos; e Marcos Vinicio Wink Júnior (RS), 17 votos.

As informações foram divulgadas pela Assessora de Imprensa do Cofecon.

Top