Você está aqui
Home > Artigos

Carta de Curitiba, a contemporaneidade de um debate

Em 2016 estava à frente do CORECON/PR, casa onde aprendi muito. Lembro-me dos calorosos debates sobre economia e política, polarização que impedia qualquer analise que não fosse pró, ou contra o governo. Infelizmente a razão não imperava, e ainda não impera, passamos por tempos estranhos. E o que me fez relembrar a nossa CARTA DE

O desafio de entender a ciência econômica: Dificuldade ou oportunidade?

Como digo aos meus alunos, o conhecimento, mesmo que básico, sobre a economia (neste caso relacionados as políticas econômicas) é algo que todo cidadão deveria ter, pois lhe dá fundamento para entender algumas das decisões que o país tem que enfrentar. Mas deixo claro também, que essa opção não é

Índice de Efetividade na Gestão Pública

Economista João Carlos B. Perez.  Recentemente o Tribunal de Contas do Estado do Paraná instituiu uma metodologia para aferir o índice de efetividade no setor público. Tal Metodologia contempla sete eixos: Planejamento, Gestão Fiscal, Saúde, Educação, Cidades Protegidas, Governança de TI e Meio Ambiente. A ideia é aferir através de informações

Desbancando O Discurso Economicista

Marcus Eduardo de Oliveira Entende-se por Ecologia “a ciência geral das relações dos organismos vivos em relação ao ambiente que os rodeia que, no sentido mais amplo, devem ser consideradas todas as formas de existência”. Pelo menos foi essa a definição dada por Ernst Haeckel (1834-1919), considerado o seu fundador enquanto

Uma Economia que Sirva o ser Humano

Marcus Eduardo de Oliveira  Alinhavado a uma histórica estrutura disfuncional que permeia a economia global, imiscuído na órbita do mercado capitalista, o impacto de dois movimentos basilares da economia - o industrialismo e o consumismo - em dois séculos de existência, desequilibrou completamente a relação homem-natureza; ser humano-meio ambiente; homo sapiens-Terra. A

Top