Home Notícias do CORECON Release Dia do Economista – Datacenso e Corecon/PR

Release Dia do Economista – Datacenso e Corecon/PR

by Roberto Cirino
88 views

Paranaense se confunde quando assunto é economia

Metade dos entrevistados não sabe qual o papel do economista na sociedade

Dia 13 de agosto é celebrado o dia do economista, e para entender melhor como esse profissional é visto pelos paranaenses, o Grupo Datacenso realizou uma pesquisa com 286 pessoas do Estado, entre os dias 28 de julho a 04 de agosto de 2021.

De acordo com 70% dos entrevistados, a palavra que vem à mente quando se fala em economista é finanças, seguida de inflação com 9%. Para o CEO do Grupo Datacenso, que também é economista, esses dados revelam que ainda há falta de conhecimento sobre essa profissão. “O economista pode atuar em várias frentes, na macro e microeconomia. Restringir esse trabalho apenas às finanças, mostra que nós, da área, ainda temos que atuar de forma mais estreita com a sociedade, para que as pessoas compreendam melhor nossa área”, analisa.

Ao serem questionados se compreendiam qual a função do economista, 79% afirmaram saber, mas apenas 64% dos entrevistados acertaram qual a função do economista: profissional responsável por realizar estudos e análises de mercado e pode lidar tanto com questões econômicas em grande escala, nacionais e internacionais, como com projetos de investimentos de pequenas empresas. Ou seja, somando os que afirmaram não saber qual o papel do economista (21%) e os que responderam errado (36%), podemos afirmar que mais de metade dos paranaenses não conhece exatamente as funções dessa categoria de trabalho.

As respostas erradas relacionaram à atividade do economista a de estatístico, matemático, contador e administrador, mas com as medidas adequadas, isso pode ser revertido. “O Conselho Federal ou Regional de Economia podem contribuir para que essa inversão de pensamento seja possível. Acredito que campanhas publicitárias ajudariam muito nesse sentido”, pontua Eduardo Cosentino, Presidente do Conselho Regional de Economia do Paraná (Corecon-PR).

“O Corecon-PR já vem realizando trabalhos com foco nas empresas. Assim que tivermos as condições sanitárias favoráveis, vamos colocar em prática o projeto ‘Café da Manhã com RH’, em que mostramos as competências do economista para os profissionais de Recursos Humanos. Infelizmente, é comum que esse setor de recrutamento não saiba como nossas habilidades podem contribuir para uma empresa”, avalia Cosentino.

Os economistas mais citados na pesquisa foram: Paulo Guedes (32%), Ricardo Amorim (7%) e Adam Smith (5%). Exceto o último, autor da célebre obra “A Riqueza das Nações” e considerado o Pai da Economia Moderna, os dois mais citados são contemporâneos. Ricardo Amorim se destaca na mídia como colunista e já foi considerado pela Revista Forbes, em 2015, como uma das 100 pessoas mais influentes do Brasil. Paulo Guedes ganhou destaque nessa pesquisa por estar à frente do Ministério da Economia do atual governo Bolsonaro.

VOCÊ PODE GOSTAR

Leave a Comment