Você está aqui
Home > Notícias > CORECONPR informa falecimento do ex-presidente Kanitar Sabóia Cordeiro

CORECONPR informa falecimento do ex-presidente Kanitar Sabóia Cordeiro

Com muito pesar, o Conselho Regional de Economia do Paraná, comunica o falecimento do economista Kanitar Aymore Sabóia Cordeiro, ocorrido na última sexta-feira (09), em Curitiba. Nascido no ano de 1936, na capital paranaense, ele presidiu o CORECONPR entre os anos 1981 a 1983, inclusive coordenando o V Congresso Brasileiro de Economia, realizado no Paraná em 1983, foi vice-presidente do Cofecon em 2012, e integrou o grupo de economistas que lutou para que o CORECONPR fosse desmembrado de São Paulo.

Formado em Economia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), com especialização em Análise Econômica e Finanças pelo Conselho Nacional de Economia da FGV, no Rio de Janeiro e no curso de Administração Pública e de Empresas pela UFPR, Kanitar trabalhou por 10 anos na Codepar. Ele atuou por mais de 40 anos na área econômica, sendo a maior parte dedicada na consultoria econômica e desenvolvimento de projetos de viabilidade econômica.

Formado em Economia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e pós-graduado em Análise Econômica pelo Conselho Nacional de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV-Rio), foi fundador e professor da Universidade Estadual de Ponta Grossa e também lecionou na UFPR. O economista foi diretor da Companhia de Urbanização de Curitiba (URBS) e da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (COHAB-CT); foi secretário da Previdência de Curitiba; integrou o Conselho Diretor da Fundação da UFPR para o Desenvolvimento da Ciência, da Tecnologia e da Cultura, o Conselho Fiscal do Banco de Desenvolvimento do Paraná S/A – BADEP e a Câmara de Mediação e Arbitragem da Associação Comercial do Paraná. Kanitar atuou por mais de 40 anos na área econômica, sendo a maior parte dedicada à consultoria e ao desenvolvimento de projetos de viabilidade econômica.

O CORECONPR lamenta o ocorrido e presta homenagem pela sua trajetória e dedicação em prol da classe dos economistas.  E, se solidariza junto aos familiares e amigos por este momento difícil.

Top