Você está aqui
Home > Notícias > Prêmios voltados para economistas, acadêmicos e jornalistas são lançados na UEL

Prêmios voltados para economistas, acadêmicos e jornalistas são lançados na UEL

O Conselho Regional de Economia do Paraná (CORECONPR) e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) divulgaram a abertura das inscrições para os prêmios Paraná de Economia e BRDE de Desenvolvimento, além de apresentar a 5ª edição do Prêmio Economista Paranaense do  Ano. O evento foi realizado em Londrina, no dia 03 de maio, no auditório CESA, na Universidade Estadual de Londrina (UEL). Além do lançamento dos prêmios, as autoridades presentes, acadêmicos e economistas puderam acompanhar a palestra sobre a “Semiestagnação da Economia Brasileira”, com o economista Luciano D’Agostini.

A coordenadora do Prêmio Paraná de Economia, a economista Maria de Fátima Miranda convidou os alunos presentes para inscreverem os seus trabalhos de monografia. “Temos visto trabalhos muito bons desenvolvidos no meio acadêmico nas edições anteriores e sabemos que são produzidos conteúdos muito bons e que merecem ser inscritos. Por isso, convido a todos que participem, inscrevam os seus trabalhos, pois para nós é um orgulho muito grande premiar vocês”, ressalta.

A gerente de Planejamento da agência paranaense do BRDE, Juliana Souza Dallastra, falou sobre a importância da participação dos acadêmicos no envio de artigos. “Utilizamos muito o trabalho de vocês para subsidiar os nossos. Essas idéias que vem de fora agregam muito. Nós que estamos no banco temos uma visão e vocês de fora têm outra, e  isso nos ajuda a propor soluções diferentes, novas linhas e novas formas de atuar. É motivo de orgulho para o BRDE promover a realização de um prêmio que induz o estudo aprofundado de um tema tão importante para a economia paranense”, observa.

O vice-presidente e diretor Financeiro do BRDE, Jorge Gomes Rosa Filho também falou sobre o Prêmio BRDE. “Incentivar a pesquisa científica dentro da área de atuação do BRDE é a uma forma de gerar conhecimento e deixar marcada dentro de um importante documento a participação da instituição no desenvolvimento do Paraná”.

O presidente do CORECONPR, Carlos Alberto Gandolfo falou sobre o Prêmio Economista Paranaense do ano. “Este prêmio tem como objetivo destacar a atuação de jornalistas econômicos, economistas e professores de economia que desenvolveram trabalhos grande relevância para a sociedade, destacando a atuação da classe dos economistas. É uma tarefa muito difícil de julgar os profissionais, mas é uma motivação para vocês alunos e profissionais se aperfeiçoarem cada vez mais dentro das suas áreas de atuação”, comenta.

Quem esteve presente no evento é o Secretário da Fazenda Luiz Carlos Hauly, que é formado em economia pela UEL e aproveitou para comentar sobre a importância da sua formação para a sua carreira. “O curso de economia que realizei aqui na UEL me deu todas as bases para eu ter uma carreira política centrada na economia, na questão fiscal, no orçamento, tanto olhando para dentro do estado brasileiro como no foco do desenvolvimento”.

Quem fez as honras da casa e destacou as atividades desenvolvida pela UEL para o Paraná foi o diretor do Centro de Estudos Sociais Aplicados da UEL, Sérgio Carlos de Carvalho. Ainda estiveram presentes o vice-presidente do Sindicato dos Economistas do Estado do Paraná, o economista Kalil Karam Netto e o vice-presidente do CORECONPR, o economista Celso Machado.

 

PRÊMIO BRDE

O 8º Prêmio BRDE de Desenvolvimento do Paraná compreende um concurso de trabalhos técnicos com o objetivo de incentivar a pesquisa e a investigação econômica pelos estudantes e profissionais de economia. Nesta edição, os trabalhos deverão ter como foco o tema “BRDE e o desenvolvimento do Estado do Paraná”, em artigos sobre o papel do BRDE no desenvolvimento do Estado, focando o papel do banco na indução do crescimento da sua economia. Os trabalhos também poderão versar sobre o papel atual dos Bancos de Desenvolvimento Regionais dentro da atual realidade da economia mundial, formas de atuação e perspectivas futuras. A premiação total será de 10 mil reais, sendo R$ 5 mil para o 1º lugar, R$ 3 mil para o 2º colocado e R$ 2  mil para o 3º lugar.

 

PRÊMIO PARANÁ DE ECONOMIA

O 23º Prêmio Paraná de Economia, instituído pelo CORECONPR na modalidade de Monografia de Conclusão de Curso de Graduação em Ciências Econômicas, tem a finalidade de estimular e valorizar a produção científica, propiciar a reflexão de alto nível sobre temas ligados à realidade da economia paranaense e à economia pura e aplicada, e premiar os três primeiros classificados em cada categoria de trabalho. Podem ser inscritas as monografias para obtenção de grau de Bacharel em Ciências Econômicas referentes ao ano letivo de 2012. A premiação total será de 9 mil reais, divididas entre as categorias premiadas, de acordo com regulamento.

PRÊMIO ECONOMISTA PARANAENSE DO ANO

O 5º Prêmio Economista Paranaense do Ano é uma iniciativa do CORECONPR para valorizar o trabalho realizado por economistas que se destacam no setor acadêmico e no mercado, bem como jornalistas e comentaristas econômicos, pelo trabalho desenvolvido pela classe. Este prêmio compreende as categorias Economista Acadêmico do Ano, Jornalista Econômico do Ano e Economista Paranaense do Ano.

Deixe uma resposta

Top