Você está aqui
Home > Notícias > MANIFESTO DO CORECON SOBRE O AUMENTO NA TARIFA DE ÁGUA

MANIFESTO DO CORECON SOBRE O AUMENTO NA TARIFA DE ÁGUA

O recente aumento da tarifa de fornecimento de água, anunciado pela Sanepar de maneira unilateral e com prazo de vigência praticamente imediato, surpreende a toda a comunidade paranaense por três razões:

Primeiro analisando pelo aspecto puramente econômico, não se vê transferido para a tarifa os ganhos de eficiência de uma empresa que sistematicamente investe altas somas em aperfeiçoamentos e automação de processos. O tempo que a Sanepar está no negócio de saneamento e distribuição de água a faz referência de qualidade e eficiência de serviços e por ser uma empresa pública, espera-se que tenha o interesse público como motivação maior de suas ações. Assim, entendemos que repassar os ganhos de produtividade na forma de redução das tarifas ou até de congelamento das mesmas, com a demonstração de que os ganhos estão sendo investidos na melhoria e expansão dos serviços, é a marca de uma gestão eficaz, moderna e coerente com o discurso do novo governo. Afinal a esmagadora parcela da população que votou por mudanças, deseja ver a máquina pública, seja nas empresas ou repartições públicas, defender seus reais interesses.

Em segundo lugar, o índice de aumento informado é superior à inflação do ano anterior e à previsão de inflação do corrente ano, somadas! Além disto, os aumentos de tarifas ocorridos nos últimos anos são superiores à inflação do mesmo período. Cabe assim questionar: quais as verdadeiras razões para tais aumentos? A alegação de que se trata de ajuste relativo ao período do governo encerrado há mais de oito anos é inadequado. Houve dois mandatos no governo anterior em que foram realizados vários ajustes nas contas públicas, incluindo aumento do percentual de ICMS em tarifas públicas combinados com aumentos da tarifa.

E finalmente, consideramos impróprio o argumento de que estes aumentos estavam programados previamente, como se o que fora feito no governo anterior devesse ser repetido pelo atual governo. Os acontecimentos recentes envolvendo figuras do governo anterior, indicam que as ações e decisões devem ser submetidas a avaliações e auditoria e esclarecidas para a população. Por isso foi eleito este governo, com discurso de forte oposição às práticas vigentes até 2018. Esta é, portanto, uma ótima oportunidade para reconhecer o equívoco, revogar o aumento em solidariedade às aflições cotidianas do povo paranaense e chamar as entidades representativas da sociedade civil para colaborar na análise e busca de soluções que tornem coerente a prática da gestão pública com o discurso político.

O Conselho Regional de Economia do Paraná manifesta seu descontentamento com a decisão deste aumento de tarifa e de todas as decisões que impliquem em elevação do custo de vida da população, pois só contribui para maior recessão e empobrecimento do nosso estado.

Top