Você está aqui
Home > Eventos > Economista do CoreconPR lança livro sobre as relações entre empresariado industrial e Estado no Brasil

Economista do CoreconPR lança livro sobre as relações entre empresariado industrial e Estado no Brasil

O economista  e ex-presidente do CoreconPR,  Juarez Varallo Pont, lança o livro “Corporativismo e pragmatismo: empresariado industrial e Estado no Brasil (1990-2018)”. A obra traz ao leitor um novo olhar sobre as relações entre empresariado industrial e Estado no Brasil, no período de 1990 a 2018, durante os governos Collor, Itamar Franco, Fernando Henrique, Lula, Dilma e Temer. O lançamento será no dia 23 de outubro, das 18h30min às 21h30, na Livraria da Vila, no Shopping Pátio Batel. O livro físico custará R$70,00 e o digital, pela Editora Appris, R$31,00. 

O livro se destaca pela atualidade dos temas abordados, e tem como principal objetivo analisar a relação entre o empresariado industrial e o Estado ao longo dos 18 anos da pesquisa. “O que fica amplamente demonstrado ao longo do trabalho é que a estratégia do pragmatismo e a ideologia do corporativismo foram amplamente utilizadas na defesa dos interesses do empresariado.” afirma Pont. Nesse sentido, o autor ressalta que os empresários, historicamente, procuram não se contrapor aos novos governantes para, desta forma, poder entrar na coalizão no poder e dali se fortalecer aos poucos. Como exemplo dessa postura, o autor ressalta a situação que ocorreu quando da primeira candidatura do ex-presidente Lula. À época, afirmavam alguns líderes empresariais, que se Lula fosse eleito, 800 mil empresários sairiam do Brasil. Oito anos depois, o apoio de grandes empresários industriais foi importante para sua eleição. “É evidente que não há uma adesão absoluta ao governo de plantão, seja de centro-esquerda ou de direita. O essencial é o atendimento aos pleitos do grande empresariado industrial”, ressalta Pont. 

Pont também esclarece como o empresariado se estrutura do ponto de vista institucional. Em outro capítulo mostra a crescente presença do empresariado industrial em outras arenas políticas, o Congresso Nacional, em particular. No último capítulo, ao detalhar as relações com cada um dos governos instaurados no período 1990-2018, o autor destaca que a concessão de privilégios ao setor industrial nacional, como reserva de mercado, política tarifária protecionista e preferência na aquisição de produtos fabricados no Brasil, usados como moeda de troca (barganha) para a implantação de uma legislação social (trabalhista, previdenciária e sindical), não mais subsiste diante da globalização econômica e financeira na qual o País se viu inevitavelmente inserido. 

O livro, que contém 241 páginas, é o resultado de anos de pesquisas, que se iniciaram ainda em seu mestrado de sociologia, quando o autor estudou as relações entre empresariado industrial e Estado no Brasil, tendo como pano de fundo a legislação social. O livro tem como público-alvo pesquisadores que se interessam pela temática, profissionais liberais e alunos de economia, ciências sociais e ciência política. 

Juarez Varallo Pont 

Economista formado pela PUCRS, especialista em Economia do Trabalho e Sociologia Política pela UFPR, mestre e doutor em Sociologia pela UFPR, é funcionário de carreira aposentado pelo Tribunal Regional do Trabalho/PR. Foi presidente do CoreconPR, do Sindicato dos Economistas do Estado do Paraná, e Conselheiro Federal de Economia, pelo Paraná. Autor de várias publicações na área de economia do trabalho, é pioneiro na organização de cursos para peritos economistas, área que se constituía em mercado quase exclusivo de contabilistas. Pont ministrou mais de 150 cursos, em 20 Estados da Federação, para um público superior a 6.000 profissionais. É professor convidado da Escola da Magistratura do Trabalho e da Escola Judicial do Trabalho, da 9ª Região/PR, e de Instituições de Ensino Superior em Curitiba.

Top